quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

A raça da Ducati Hypermotard 796

Quando o protótipo da Hypermotard foi exibido pela primeira vez no Salão de Milão em 2005,  delineou a criação de um novo segmento, que preenchia o vácuo entre sportbikes refinadas e as minimalistas supermotards.

O projeto se continuou, dirigido pela confiança na posição de pilotagem ereta de uma moto off-road, mas sem as características ríspidas dos motores monocilindricos.

Veio então se desenvolvendo uma moto que combinava a agilidade, precisão e leveza de uma supermotard com as refinadas características de força de um carismático motor L-Twin de sportbikes.

E a inovadora Hypermotard foi a gênese da nova categoria “cross-over” que reinventou o puro prazer da pilotagem com uma moto prática e versátil, para uso no dia-a-dia.

A Ducati Hypermotard 796 testa os limites entre a gentileza e a insanidade, misturando o poder incomparável das Ducati bicilíndricas à herança esportiva caracterizada pelo baixo peso e conceito minimalista de uma moto supermotard. Em essência, uniu a dirigibilidade em alta velocidade e o motor suave a uma moto hypersport, combinados a um estilo agressivo, minimalista e leve, que ainda faz curvas lentas com a precisão de uma moto supermotard.

Estilo e força

Do visual robusto do garfo dianteiro Marzocchi à suspensão traseira de balança single-side característica da Ducati, além de escapes incorporados sob o banco, o design da Hypermotard é puramente Ducati. É único. O novo bloco do motor permite uma fixação mais próxima do conjunto de transmissão, criando um perfil externo menor e mais compacto, apresentando considerável redução de peso em relação as versões anteriores.

A embreagem hidráulica APTC oferece ação antiblocante que previne a desestabilização da traseira quando realizadas reduções de marchas agressivas. E ainda traz o benefício extra de oferecer uma maior sensação de leveza na manete esquerda, louvável no anda-e-pára do tráfego urbano ou durante longas jornadas.



O sistema de escapamento do tipo 2-1-2 se vale de uma eficiente configuração de pré-silenciador, catalisador e duas sondas Lambda , possibilitando um ajuste refinado no mapeamento da injeção eletrônica e em conformidade com o protocolo Euro 3 / Promot 3.

O design compacto e leve do sistema, com o  famoso silenciador duplo, preto, que montado na rabeta contrasta com os demais terminais de alumínio escovado.

Através de décadas de experiência em competições a Ducati provou que o desenvolvimento de um chassi inovador e as suas evoluções tecnológicas vencem corridas.

O chassi tubular em treliça, utilizado em todas as motocicletas Ducati é um elemento de assinaturade design. É um chassi único da Ducati,  é leve, rígido e belo. Cada tubo é chanfrado e soldado pelo processo de microfusão em um complexo padrão triangulado. Que tem o extremamente rígido bloco do motor de dois cilindros em L funcionando como ponto de stress do chassi.



 A suspensão dianteira é Marzocchi de 43mm de diâmetro. Os terminais das bengalas, que também têm suportes radiais para a fixação das pinças do freio Brembo,  foram redesenhadas e possuem agora um perfil muito mais compacto. O amortecedor traseiro da marca Sachs possui opções de ajustes de pré-carga da mola e também da velocidade do retorno do hidráulico, permitindo correções de acordo com o estilo de pilotagem e o peso transportado. Nos freios dianteiros os discos duplos semi-flutuantes de 305 mm são acionados por pinças radiais Brembo de quatro pistões que oferecem uma frenagem  poderosa e progressiva, de grande sensibilidade. Na  traseira,  um disco simples de 245mm e pinça de freio de dois pistões, também da  Brembo.  As rodas de 17 polegadas da marca Enkei possuem 5 raios em forma de Y e são feitas em liga leve de alumínio.

Suspensões Mazorcchi e Sachs, freios Brembo radiais, as rodas Enkei, só esses componentes originais da Ducati Hypermotard desempatam de muito longe o preço diante da concocorrência, até para motos maiores.  Nas Concessionárias Autorizadas da Ducati Brasil elas estão à venda por R$  38.900,00, preço sugerido ao público, sem frete.



Fonte: Bike Riders

Um comentário: