quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Moto de "Tron: o Legado" está à venda!

A fantástica moto inspirada nos Ciclos de Luz Ultravelozes do filme “Tron: o Legado”, pode ter feito muito marmanjo sonhar em ter um “brinquedo” desses em casa. Agora, se você é um desses marmanjos, e é abastado, saque US$ 55.000 do banco e vá buscá-la na loja Hammacher Schlemmer.


 Sim, moto, feita de fibra de vidro  e utilizando mecanismos de uma moto Suzuki 996cc, está à venda. A máquina acomoda cerca de 132 litros de gasolina, é totalmente funcional e está em dia com as leis de trânsito. O uso da moto, que pesa 215 quilos, é recomendado, contudo, para passeios curtos e em baixa velocidade, como convenções e feiras de fãs. Se bem que, assim, não tem graça.


 Fonte: Blog Duas Rodas

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Faltam 5 meses!!!


Tesla E-Max, moto conceito que usa o motorista como fonte de energia.



A designer Madella Simone desenvolveu o projeto de uma moto conceito de abastecimento ecologicamente amigável com um visual moderno e curioso. Ao contrário do que usualmente se vê em veículos conceito, que precisam ser ligados à rede elétrica para abastecimento, esta Tesla E-Max dispensaria tomadas e adotaria o motorista como sua fonte de energia.

Já contando com a reação e indagação das pessoas (e fãs da série Matrix, em que seres humanos eram usados com esta mesma função), a designer explica que a moto funcionaria como um grande conversor de energia.





Equipada com uma camada de material piezoelétrico, responsável por captar a energia potencial gravitacional do motorista e a cinética, e uma camada de fibra de Halite, capaz de absorver o calor gerado pelo corpo humano (como em Matrix) e do ambiente, todas as energias recebidas seriam convertidas em energia elétrica pela moto, capaz de por em funcionamento os motores independentes presentes em cada roda da Tesla E-Max.
E, conforme afirma sua criadora, sim, esta moto dispensaria totalmente o abastecimento com o combustível que conhecemos hoje. Outra novidade, além do visual ousado e high tech, é a forma como as rodas estão fixadas no veículo: com cabos em lugar das tradicionais hastes de metal.




Mesmo sendo improvável que a E-Max de Madella Simone seja integralmente construída por alguma marca, é bastante provável que não somente sua estética, mas, principalmente, seu conceito em relação a métodos de conversão e uso de energias limpas, comecem a ser cogitados por fabricantes.


Fonte: Globo.com

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

A Harley Davidson de 2020!

O conceito desenvolvido pelo designer Jonathan Russell procura antecipar como será o estio da motos da Harley-Davidson em 2020.
As linhas futurísticas não são algo que esteja dentro do perfil da marca americana, mas as linhas aplicadas até que seguem bem a estética adotada pela fabricante. A “Harley Davidson 2020” apresenta uma série de orifícios onde ficariam incrustados LEDs que adornariam seu grafismo. Diferentemente do painel de instrumentos minimalista que a marca costuma adotar, seria instalado um display de LCD.



















 Fonte: Sobremotos