segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

BMW Brasil apresenta oficialmente a superbike S 1000 RR 2012


Como melhorar algo que já parecia perfeito? Quando a S 1000 RR foi lançada em 2009 trouxe ao mercado um novo padrão de referência em superbikes. Nunca os clientes deste segmento de motocicleta tiveram a disposição uma moto tão potente e, principalmente, recheada de tecnologia que trazem mais segurança como o ABS/DTC/Anti-whelling e os diferentes módulos de potência como Rain, Sport, Race e Slick.

Mas como melhorar uma moto que tem um comportamento exemplar nas pistas, vencendo boa parte dos comparativos e, ao mesmo tempo, excelente para utilização em estradas graças às tecnologias?

Bem, a BMW fez leves alterações que deixaram o modelo ainda mais otimizado. As mudanças foram sutis, mas foram tantas que tornaram a moto ainda mais ágil e gostosa de andar.Para sentir tudo isso, fomos até a Fazenda Capuava, em Indaiatuba, SP conferir de perto a Superbike da BMW que ficou ainda mais radical.


De cara, a mudança mais sentida foi o acelerador, que ficou 25% mais macio e com 10% a menos de curso. Isso tornou a condução menos cansativa. O peso a seco é 5 kg menor, que somadas à algumas mudanças de ângulo de cáster e entreeixos, deixaram a moto mais ágil, mas ao mesmo tempo mais firme no chão. Essa sensação foi auxiliada pelo novo amortecedor de direção que possui 10 regulagens e que deixa a frente mais controlada em fortes acelerações, principalmente em saídas de curvas.

Assim como no modelo antecessor, a nova S 1000 RR exibe o motor de quatro cilindros em linha refrigerado a água, oferecendo uma potência de 142 kW (193 hp) a 13.000 rpm e uma rotação máxima do motor de 14.200 rpm. Seu torque máximo de 112 Nm é alcançado a 9.750 rpm.


No sistema de freios a S1000RR conta com o avançado hardware BMW Motorrad Race ABS,que permite ao piloto o apoio do sistema de Controle Dinâmico de Tração DTC ao acelerar. Este sistema de tração auxilia o condutor por meio de um sensor de ângulo de inclinação, oferecendo a segurança extra em estradas com coeficientes de atrito comprometidos. Seguindo as leis da física, ele regula o torque de propulsão transferido, evitando que a roda traseira gire em falso.

O painel de instrumento traz algumas novidades. Agora a luz do display pode ser reduzida e também oferece mais funções. Por exemplo, o indicador de tempo de volta agora apresenta uma mensagem “Melhor volta em andamento” e, se necessário, o “Alerta de velocidade” pode informar o piloto quando ele exceder uma velocidade particular.


O Desing ganhou melhorias discretas como novas linhas na traseira. Mudanças nos painéis laterais assimétricos e a tampa da caixa de ar central exibe agora grades de abertura laterais. Na parte superior dos painéis, um novo recurso de identificação assume a forma de duas pequenas asas que melhoram as qualidades aerodinâmicas.

As cores disponíveis para o Brasil serão Vermelho Racing/Branco Alpino, Bluefire, Preto Safira Metálico e a opção Tricolor vermelho/branco e azul. A BMW S 1000 RR  já está disponível nas concessionárias por R$69.900,00 na versão Standard e R$72.400,00  na versão Full.






Fonte: Best Riders

Um comentário: