quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Dafra apresenta oficialmente a Roadwin 250R


A Dafra Motos apresentou ontem (8) a novíssima Roadwin 250R, a primeira Dafra carenada de 250 cm³. Lançada no mercado brasileiro em uma categoria muito concorrida, ela vem para brigar por mercado com a Kawasaki Ninja 250, Kasinski Comet 250 e Honda CBR 250 (que chega ao Brasil no final de fevereiro).

Com um belo design o modelo busca atingir o público que sonha com uma moto esportiva, mas que também precisa de um preço acessível. A apresentação oficial do modelo foi realizada na pista da Fazenda Capuava, que fica na cidade de Indaiatuba, interior de São Paulo.


Creso Franco, diretor da Dafra, falou um pouco dos planos da marca com a vinda da Roadwin para o Brasil. Para ele o mercado nacional é um dos mais exigentes e plurais do mundo e é por isso que a Dafra vem realizando parceiras estratégicas buscando oferecer modelos para os mais diversos públicos.

A Roadwin nasceu da parceria realizada com a coreana Daelim, que é líder de mercado na Coréia, possuindo uma fatia de 2/3 do mercado. Além disso, a empresa que completa 50 anos em 2012 fabrica peças para os carros da Honda e Hyundai.

Alexandre Gaspar, gerente de desenvolvimento e marketing da Dafra, nos contou como foi o processo de desenvolvimento e adaptação do modelo para nosso mercado. Em comparação com a Roadwin coreana, o modelo brasileiro possui linhas mais agressivas, principalmente na traseira que foi completamente redesenhada deixando a moto com uma cara mais esportiva.

A lanterna traseira perdeu o formato arredondado, diminuiu e incorporou lanterna LED. As alças traseiras também são novas, a tampa do tanque é do estilo aviação e o assento é bipartido.


Para se adaptar as condições de nosso país tropical a moto sofreu mudanças na calibração do motor e suspensões, passando por rigorosos testes em um dinamômetro especial, que reproduz o piso acidentado das cidades brasileiras.

A moto não possui um nível de nacionalização muito alto e os principais itens nacionalizados foram: piscas, rolamentos, pneus, pastilhas de freio e kit completo de relação. O motor de 247 cm3, monocilíndrico, quatro tempos, DOHC (Double Overhead Camshaft – duplo comando de válvulas no cabeçote), quatro válvulas e sistema de injeção eletrônica, alcança potência máxima de 24 cv a 9.000 rpm, torque máximo de 18,9 N.m a 7.000 rpm e velocidade máxima real de 130km/h. Além disso, para obter melhor desempenho e maior durabilidade do motor, o sistema de resfriamento é líquido com radiador.


Segundo Creso, atualmente o mercado da categoria do Roadwin comercializa cerca de 800 motos/mês no Brasil e ele prevê um crescimento em 2012 para 1000 motos/mês. Desse montante a Dafra espera capturar 1/3 dos consumidores com o lançamento da Roadwin.

Um dos trunfos da fabricante nesta briga é o preço, pois a Roadwin 250R já está disponível nas concessionárias Dafra a partir de R$ 12.490,00 (a moto mais barata da categoria) e 1 ano de garantia. Então se você quer entrar para o mundo das esportivas esta é uma boa opção. Querendo agradar a gregos e troianos a Roadwin 250R chega ao mercado nacional aliando conforto e esportividade.



Fonte: Best Riders

2 comentários:

  1. A moto é boa mas seu lançamento foi um fracasso, o mercado caiu em 2012 de 800 para 600 motos mês nessa categoria e a roadwin vende em média 30 motos por mês cerca de 5% do total mensal, a moto anda bem, tem um visual muito bom e o melhor preço porém todo mundo que opta por essa categoria prefere a ninja 250.

    ResponderExcluir
  2. Motocicletas muito legais, porém deve-se analisar o custo vs benefício.

    ResponderExcluir